(11) 2451-0373 | 2452-8243 | (11) 2452-8393 | 2497-1719

Slide
Slide
Slide

Peças automotivas

Preservar o planeta é a nossa meta.

A empresa Comércio e Recuperadora Vulcão Ltda. é detentora da marca JGJ, originária de seu fundador, o Senhor Jorge Gonçalves Junior que, em 1980, resolveu que esta deveria ser a sua batalha, tanto para empreender um negócio lucrativo para sua sobrevivência, como em prol de um mundo melhor para as futuras gerações e, consequentemente, para o nosso planeta.

Ficava cada vez mais esplêndida a ideia de que podíamos economizar algumas árvores no abastecimento dos grandes fornos, ou até mesmo que as nossas florestas não fossem degradadas no descarte desse ferro-velho de maneira inconveniente, adiando esse procedimento em mais de dois anos ou pelo menos em parte, colaborativa. Ao descobrir que a vida útil de um produto poderia ser alongada, mesmo após a comprovação de desgaste e desuso, mas, passível de conserto.

É claro que estamos discorrendo sobre peças automotivas, eis a indagação: Como colocar um valor agregado sobre um produto que chegara ao seu final? Seria um valor agregado inventado e não previsto nas suas origens? Seria possível conseguir êxito, quanto à qualidade e durabilidade? Ou simplesmente acompanhar a filosofia dos países do primeiro mundo: de consertar tudo que estiver quebrado ou estragado, com a cultura do “faça você mesmo”?

Tanta pergunta no ar e permanecia explícita a necessidade de fazer a qualquer custo, mas, de uma forma planejada e com competência, produtos de qualidade que agradassem um público exigente, acostumado somente com peças originais, isso era realmente uma batalha! Não estávamos acostumados e nem acreditávamos em peças consertadas para o nosso carro, mesmo que custasse a metade do preço da nova.

Em meados de 1980 surgia uma nova maneira de atuar no mercado de autopeças: o remanufaturamento de peças automotivas, ou seja, a reconstrução de uma peça usada que normalmente seria descartada para o ferro-velho e, automaticamente, para o derretimento, onde após longo procedimento de mão de obra e logística, associados aos poluentes e gerando altos custos nesse processo, transformava-a em matéria-prima, para começar um novo ciclo de produtos agregados.

Daí nasceu também a necessidade de pesquisar todas as suas formas originais, para que pudéssemos assemelhá-la de forma correta, que tivesse durabilidade de, no mínimo, dois anos e que funcionasse de maneira satisfatória para o consumidor final.

Quem compra um produto remanufaturado está indiretamente colaborando com a preservação do planeta e conservando o meio ambiente para que o ecossistema prossiga o seu curso natural.

Avalie nossa empresa no GuiaMais.com